Câmara lança cartilha sobre a história do município nesta quinta (4)

Últimas Notícias


Câmara lança cartilha sobre a história do município nesta quinta (4)

Escrito por Imprensa em .

No passado, em São João da Barra, o mar e o rio possibilitaram a pesca e depois as atividades portuárias. Os portugueses plantaram cana até onde o terreno permitiu. Depois, criaram o porto para exportar o açúcar. Essas e outras curiosidades estão na cartilha “Conhecendo a História de São João da Barra”, que será lançada no plenário da Câmara de Vereadores nesta quinta-feira (4), às 18h. Todas as escolas do município foram convidadas para o evento.

A publicação é resultado do projeto "Resgate e Disseminação da História de São João da Barra: uma estratégia para a mudança sociocultural e econômica", que foi implementado na Escola Estadual Dr. Newton Alves, em Atafona. Elaborada por alunos do ensino médio e coordenada pelo professor Alcimar Ribeiro – no âmbito do Projeto de Extensão da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf)  a cartilha tem como objetivo, incentivar a discussão sobre a história local.

Segundo o professor, ela será doada a professores e diretores de escolas públicas e privadas do município. “Costumo dizer que, para pensar melhor o futuro da nossa cidade, precisamos tomar conhecimento do passado e do presente. E o que a gente nota é que as escolas precisam trabalhar um pouco mais a história local na sala de aula”, observa Alcimar.

Para o Legislativo sanjoanense, iniciativas como esta são sempre bem-vindas. “Nosso município tem uma história muito rica e a Câmara está de portas abertas para apoiar projetos como este; inclusive, estamos fazendo um livro sobre a história aqui da Câmara, para lançarmos em breve – adianta o presidente do Legislativo, Aluizio Siqueira.

O projeto - Durante o projeto na escola de Atafona, segundo Alcimar, notou-se um forte envolvimento dos diretores, professores, alunos e pessoal de apoio, que contribuíram na implementação de atividades lúdicas. Pesquisa de fotos antigas, seminários, esquetes, debates e palestras para estudantes e professores, para os militares da Capitania dos Portos e na semana de Ciência e Tecnologia em São João da Barra, foram algumas das atividades realizadas pelos participantes do projeto.