Soninha requer curso de formação para pescadores

Notícias
Visando ajudar os pescadores do município, a Câmara aprovou requerimento da vereadora Sônia Pereira, na sessão desta quarta-feira (22), solicitando à Secretaria de Pesca, que viabilize com a Capitania dos Portos, a possibilidade de fazer uma parceria com a Prefeitura para realizar um curso de formação para pescadores profissionais.
Segundo ela, esse curso é necessário para que o pescador obtenha a Caderneta de Inscrição e Registro (CIR), documento de habilitação para se conduzir profissionalmente uma embarcação. “Muitos pescadores não sabem ler e, por isso, têm dificuldade para fazer a prova”, destacou Soninha. O vereador Carlos Alberto Alves Maia (Caputi) sugeriu: “Não seria possível essa prova ser oral? Alguém fazia as perguntas e os pescadores iam respondendo”.

Mais - Gerson Crispim (Gersinho) requereu à Secretaria de Saúde, a colocação de ambulâncias nas unidades de saúde de Sabonete, Água Preta e Palacete. Franquis Arêas solicitou à Secretaria de Educação, a reforma geral dos ônibus escolares. Ronaldo Gomes fez indicação sugerindo a limpeza e a colocação de grades na antiga fábrica de tecidos (Tecex). Soninha propôs drenagem, calçamento e urbanização das ruas do Carrapicho e Vila Esperança.

Para a Chatuba, Aluizio Siqueira fez dois requerimentos à Secretaria de Obras: reforma geral do calçamento em paralelo de todas as ruas e construção de um campo de futebol com dimensões oficiais, vestiários, varandão e espaço para lazer, na área pertencente à Prefeitura atrás dos bairros Chatuba e Nova São João da Barra.

O vereador Elisio Rodrigues solicitou a reforma do campo de futebol de Barcelos e da iluminação do campo de futebol de Caetá. Também pediu a reforma da escola Elysio Magalhaes, em Barcelos, com colocação de grades na parte superior. Em conjunto, Franquis e Gersinho requereram à União Norte, a limpeza dos acostamentos das estradas e das vias públicas do 5° distrito.

Projetos de lei – O plenário também aprovou o projeto de lei nº 017/2019 do vereador Aluizio, que dispõe sobre a proibição de cobranças por estimativa das concessionárias de água, luz, gás e dá outras providencias. E também o projeto nº 018/2019, do Executivo, que autoriza o município a receber em doação, área de arruamento com benfeitoria e sem encargo.